Arquivo da categoria: Sem categoria

Deputado busca apoio do Governo de Minas para instalação de empresa exportadora de café em Três Pontas

 

Cidade é polo cafeicultor no país e sede da maior feira nacional de negócios relativos ao café, a Expocafé.

O deputado Gabriel Guimarães está trabalhando com o prefeito de Três Pontas, Dr. Luís Roberto, para que sejam feitos novos investimentos que possibilitem a instalação de empresas de grande porte em Três Pontas.

Esse assunto foi tratado na tarde de quarta-feira (04/05), na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, com Cristiane Amaral Serpa, presidente da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior de Minas Gerais – INDI, o prefeito e a chefe de Gabinete do mandato do deputado Gabriel Guimarães, Cecília Ferramenta.

O INDI manifestou interesse em receber as empresas, analisar e reunir os órgãos competentes do Governo de Minas para avaliação e futuros investimentos, principalmente, em infraestrutura. Uma grande empresa de exportação de café, por exemplo, quer se instalar no município, mas depende de estrutura rodoviária adequada para o transporte dos grãos.

Esse assunto foi tratado, inclusive, com o Wadson Ribeiro, da Secretaria Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais do Governo de Minas, para que seja pautado também no encontro que será realizado com o governador Fernando Pimentel na região nesta nova rodada dos Fóruns Regionais.

A apoiadora Maysa Velloso, os secretários de Educação e Desenvolvimento Econômico de Três Pontas participaram das reuniões em Belo Horizonte.

 

#fazereminasobrasilqueagentequer #gmg #governodetodos #minasgerais #trespontas #cafe #exportacao #desenvolvimento #expocafe

 

PAVIMENTAÇÃO DA RODOVIA DOS CRISTAIS: COMPROMISSO ASSUMIDO, OBRA ENTREGUE!

 

Na tarde de quarta-feira (26/04), o deputado federal Gabriel Guimarães, líder do Governo de Minas na Bancada Federal, esteve ao lado do governador Fernando Pimentel para a inauguração das obras de pavimentação da Rodovia dos Cristais LMG-754 (Curvelo-Codisburgo). O Governo de Minas Gerais investiu R$ 79,5 milhões para execução do trecho, incluindo recursos da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

Pimentel também assinou despacho governamental definindo como prioridade o investimento de R$ 10,6 milhões em obras de melhoria da rodovia MG-231, no trecho compreendido entre a BR-040 e o perímetro urbano de Cordisburgo.

“Estamos muito felizes em entregar uma obra que integra uma artéria importante das rodovias de Minas Gerais, que é a Rodovia dos Cristais. É uma ligação importantíssima entre Cordisburgo e Curvelo e vamos aumentá-la agora. Já acertamos para ampliar o trecho até a BR-040, viabilizando definitivamente o Circuito dos Cristais, que é um circuito turístico importante para Minas Gerais”, afirmou.

Fernando Pimentel reforçou a importância da participação da população na escolha das obras, ressaltando que, apesar da crise, o governo tem conseguido avançar nas ações que beneficiam diretamente a vida dos mineiros.

“A tarefa do governante é ouvir a população, as demandas de cada região e identificar as iniciativas de fato importantes que têm de ser mantidas, realizadas, preservadas e entregues. Foi assim que a gente fez com os Fóruns Regionais de Governo. E o primeiro Fórum que a gente fez aqui em Curvelo detectou que essa era uma obra fundamental para ser retomada. Essa obra é do povo de Minas Gerais, do povo de Curvelo, do povo de Cordisburgo. É daqueles que pagam impostos e que precisam, de alguma, forma ter o retorno em forma de políticas públicas que melhorem a vida das pessoas”, declarou.

Rodovia dos Cristais

A retomada das obras de revitalização e melhoria da estrada foi compromisso assumido por Pimentel durante o lançamento, em agosto de 2015, do Fórum Regional de Governo Território Central, em Curvelo.

A obra conta com 40,25 quilômetros de extensão, além da implantação e pavimentação de 2,7 quilômetros em pista dupla da Avenida Suzana Pinto Canabrava, em Curvelo. As intervenções na LMG-754 incluíram a construção de cinco pontes, sendo duas sobre o Riacho Fundo, com 36 metros de extensão; uma sobre o Ribeirão Maquiné, com 40 metros de extensão, uma sobre o Córrego Quintino Vargas, com 30 metros de extensão, e uma sobre o Ribeirão do Onça e a Ferrovia Centro Atlântica (FCA), com 180 metros de extensão.

As intervenções vão beneficiar diretamente cerca de 150 mil pessoas residentes nos dois municípios e região, dando melhores condições de tráfego entre Curvelo e Cordisburgo, além de reduzir a distância entre os Territórios de Desenvolvimento Central, Norte e Alto Jequitinhonha e a capital mineira.

Novas obras

Durante a solenidade, Pimentel autorizou o investimento de R$ 10,6 milhões, com recursos do orçamento-geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG), para melhoria da MG-231, entre a BR-040 e a cidade de Cordisburgo, sob a supervisão da Secretaria de Transportes e Obras Públicas de Minas Gerais (Setop) e do DEER-MG.

A recuperação da rodovia MG-231, somada às obras de pavimentação na LMG-754 e na Avenida Suzana Pinto Canabrava, vai criar um corredor de transportes de pessoas e bens ligando a BR-040 a Curvelo e os municípios de Araçaí e Cordisburgo. O secretário de Estado de Transportes e Obras Públicas, Murilo Valadares, destacou o empenho do governo em realizar a obra. “É um esforço muito grande, mesmo nessa crise. Essa obra só foi possível através de recursos da Codemig. Nós estamos sempre atentos e o que o for prioritário e for discutido nós vamos tentar fazer”, reforçou.

Também participaram da cerimônia os secretários de Estado de Governo, Odair Cunha, de Saúde, Sávio Souza Cruz, de Turismo, Ricardo Farias, de Desenvolvimento e Integração do Norte e Nordeste de Minas Gerais, Epaminondas Pires de Miranda, da Secretaria Extraordinária de Desenvolvimento Integrado e Fóruns Regionais, Wadson Ribeiro, a secretária geral-adjunta, Alcione Comonian, o secretário executivo do Fórum Regional Território Central, Otávio Sales, o presidente da Codemig, Marco Antônio Castello Branco, o diretor-geral do DEER-MG, Djaniro da Silva, prefeitos, vereadores, autoridades locais e lideranças comunitárias.

Agência Minas/Editado

Deputado Gabriel Guimarães visita Três Pontas e promete contribuir com o desenvolvimento da cidade

 

Durante visita em Três Pontas, na terça-feira (31), o deputado federal Gabriel Guimarães garantiu ao prefeito Luiz Roberto que vai trabalhar para ajudar no desenvolvimento de Três Pontas. Inicialmente, o deputado quer indicar emenda parlamentar, ainda este ano, para a construção de um mercado na cidade. Além desse compromisso, o deputado colocou o mandato à disposição da prefeitura para acompanhar e trabalhar para agilizar o atendimento das demandas do município junto ao Governo de Minas Gerais.

Gabriel Guimarães e a chefe de Gabinete, Cecília Ferramenta, foram recebidos na Prefeitura também pelo vice-prefeito Marcelo Chaves, secretários municipais, vereadores e representantes da juventude. A cidade é polo de implantação de grandes empresas, como a fábrica de brinquedos da Estrela, tem no setor econômico produção potencial de embalagens, plantação de café, sendo uma região voltada, principalmente, para a agricultura familiar.

“Já destinamos recursos para a saúde e obras de infraestrutura. Agora, vamos trabalhar para garantir os recursos, através de emenda parlamentar, para a construção do mercado municipal, que será essencial para a comercialização dos produtos, principalmente, da agricultura familiar”, comentou o deputado Gabriel Guimarães.

Outro assunto tratado durante o encontro com o deputado foi a implantação do CEFET na cidade. Os representantes da juventude solicitaram o apoio do mandato para a consolidação desse projeto, tão necessário, segundo eles, para a melhoria da formação dos jovens. O deputado Gabriel Guimarães se prontificou a conversar com o diretor do Cefet-MG, Flávio Santos, para buscar uma solução.

Acompanharam as agendas na cidades as amigas e parceiras do mandato, Maria Costa e Maísa Velloso.

Juatuba: deputado garante emenda para construção de campo esportivo na cidade

 

Um dos compromissos firmados pelo deputado federal Gabriel Guimarães com a prefeita de Juatuba, Valéria Aparecida, foi a indicação de emendar parlamentar para a construção de um campo esportivo no Bairro Boa Vista. A prefeita se reuniu com o deputado no gabinete de Belo Horizonte, na terça-feira (10), quando apresentou o projeto do campo esportivo, elaborado pela prefeitura.

Além do campo de futebol, o projeto prevê a construção de vestiários e a revitalização do espaço urbano. “Sabemos da importância do espaço esportivo público para o lazer nas comunidades. Meu compromisso é fazer a indicação da emenda e liberar o recurso para atender à solicitação da prefeita Valéria e os anseios dos moradores de Juatuba”, afirmou o deputado Gabriel Guimarães.

Também participaram da reunião, o secretário de Esportes, Luiz Carlos dos Santos, o de Planejamento e Coordenação, Júlio Valério dos Santos, José Fernando e a coordenadora do mandato do deputado Gabriel Guimarães, Cecília Ferramenta.

Presidenta Dilma sanciona reforma política com veto a doações de empresas. Veja aqui os pontos mais importantes

 

A presidente Dilma Rousseff sancionou nesta terça-feira (29) o projeto de lei da reforma política aprovado pelo Congresso Nacional, mas decidiu vetar o trecho que permitia a doação de empresas a campanhas eleitorais. O veto foi publicado em edição extra do “Diário Oficial da União”.

 

O artigo vetado pela presidente é o 24-B, que tinha ficado com a seguinte redação após ser aprovado no Congresso: “Doações e contribuições de pessoas jurídicas para campanhas eleitorais poderão ser feitas para os partidos políticos a partir do registro dos comitês financeiros dos partidos ou coligações”.

 

Ao justificar o veto, a presidente Dilma Rousseff se baseou na decisão Supremo que considerou a doação de campanha por empresas inconstitucional.

 

“A possibilidade de doações e contribuições por pessoas jurídicas a partidos políticos e campanhas eleitorais, que seriam regulamentadas por esses dispositivos, confrontaria a igualdade política e os princípios republicano e democrático, como decidiu o STF”, diz a justificativa.

 

Diante do veto de Dilma, caberá ao Congresso Nacional analisá-lo e decidir se o mantém ou o derruba. Para derrubar um veto presidencial , é preciso de 257 votos de deputados e outros 41 de senadores. A próxima sessão de votação de vetos presidenciais está marcada para esta quarta-feira (30).

 

 

 

LEI N. 13.165/15 – MINI REFORMA ELEITORAL – PONTO IMPORTANTES

 

  1. A escolha dos candidatos pelos partidos e a deliberação sobre coligações deverão ser feitas entre 20/07 à 5/08 do ano da eleição;

 

  1. Para concorrer às eleições, o candidato deverá ter domicílio eleitoral na circunscrição há pelo menos 1 (um) ano e filiação estar com a filiação deferida no mínimo há 6 (seis) meses da data da eleição;

 

  1. Os partidos e coligações solicitarão à Justiça Eleitoral o registro de seus candidatos até as 19h do dia 15 de agosto do ano eleitoral;

 

  1. Será permitida a veiculação de entrevistas com o candidato e de cenas externas nas quais ele, pessoalmente, exponha: a) realizações de governo ou da administração pública; e b) atos parlamentares e debates legislativos;

 

  1. É permitida a propaganda eleitoral na internet após 15 de agosto do ano eleitoral;

 

  1. A veiculação de propaganda eleitoral em bens particulares é permitida, independente de licença ou autorização, desde que feita em adesivo ou papel, não exceda a 0,5 m2 (meio metro quadrado) e não contrarie a legislação eleitoral;

 

  1. Considera-se carro de som qualquer veículo motorizado ou não, ou ainda tracionado por animais, que transite divulgando jingles ou mensagens de candidatos;

 

  1. Perderá o mandato o detentor de cargo eletivo que se desfiliar, sem justa causa, do partido pelo qual foi eleito. Para tanto, considera-se justa causa para a desfiliação: a) mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; b) grave discriminação política ou pessoal; e c) mudança de partido efetuada durante o período de trinta dias que antecede o prazo de filiação exigido em lei para concorrer à eleição (“janela”), seja majoritária ou proporcional, ao término do mandato vigente;

 

  1. Os órgãos partidários municipais que não tenham movimentação financeira ficam desobrigados da prestação de contas, devendo apenas apresentar, no prazo estipulado para a apresentação das contas, declaração de ausência de movimentação de recursos;

 

  1. As doações de recursos financeiros somente poderão ser efetuadas na conta do partido, através de: a) cheques cruzados e nominais ou transferência de depósito; b) depósitos em espécie identificados; e c) mecanismo disponível em site do partido na internet que permita, inclusive o uso de cartão de crédito ou débito e que possibilite a identificação do doador e emissão obrigatória de recibo eleitoral para cada doação;

 

  1. A decisão da Justiça Eleitoral que importe o indeferimento do registro, a cassação do diploma ou a perda do mandato de candidato eleito em pleito majoritário acarreta, após o trânsito em julgado, a obrigatoriedade da realização de novas eleições, independente do número de votos anulados, sendo a eleição suplementar: a) indireta, se a vacância ocorrer a menos de seis meses do final do mandato; ou b) direta, nos demais casos;
  2. O limite de gastos nas campanhas eleitorais dos candidatos para Presidente, Governador e Prefeito será definido com base nos gastos declarados, na respectiva circunscrição, na eleição de 2014 para os mesmos cargos, observando-se os seguintes limites:

 

  1. para o primeiro turno das eleições, o limite será de:

 

  1. a) 70% do maior gasto declarado para o cargo, na circunscrição eleitoral em que houve apenas um turno;

 

  1. b) 50% do maior gasto declarado para o cargo, na circunscrição eleitoral em que houve dois turnos;

 

  1. para o segundo turno das eleições, onde houver, o limite de gastos será de 30% do valor previsto acima.

 

  1. Nos Municípios até 10.000 (dez mil eleitoral), o limite de gastos será de R$ 100.000,00 (cem mil reais) para Prefeito e de R$ 10.000,00 (dez mil reais) para Vereador, ou o estabelecido acima, se for maior.

 

  1. O limite de gastos nas campanhas de Senador, Deputado Federal, Deputado Estadual e Vereador será de 70% do maior gasto contratado na circunscrição para o respectivo cargo na eleição de 2014.

 

  1. Serão considerados como limites, os gastos realizados pelos candidatos e por partidos e comitês financeiros nas campanhas de cada um deles.

 

 

Com Brasil 247